ABERTURA FEST & ARTE 2019

Dia 13/12/2019 – Sexta feira a partir das 19:30 Gilson de Barros fará a abertura do Fest & Arte 2019 com a leitura dramatizada do monologo 'RIOBALDO', sob a direção de Amir Haddad.

(Gilson Barros)

(Amir Haddad)

“eu quase que de nada não sei. Mas, desconfio de muita coisa”.

O monólogo RIOBALDO é uma adaptação do livro Grande Sertão: veredas, de João Guimarães Rosa. O recorte da peça aborda os amores, as relações passadas do ex jagunço Riobaldo, hoje um próspero fazendeiro, com Diadorim, Nhorinhá e Otacília. As três mulheres que determinaram sua travessia.
O grande amor/paixão por Diadorim lhe apresentou a vida de jagunço e abriu as portas do conhecimento da natureza e do humano – para o bem ou para o mal, inclusive, levando-o ao pacto fáustico. O amor físico/carnal, sem julgamentos e respeitoso pela prostituta Nhorinhá. E o amor divino/purificador por Otacília – a esposa, que o resgatou do pacto fáustico, que o converte em “homem de bem”, vivendo para a paz, a devoção e o amor. Ao rememorar, ele reflete sobre sua travessia e procura respostas para questões universais. O diabo existe? Eis a principal pergunta desse homem. Que conclui: “viver é muito perigoso!”.

Ficha Técnica
AUTOR: João Guimarães Rosa
ADAPTAÇÃO E ATUAÇÃO: Gilson de Barros
DIREÇÃO: Amir Haddad
CENÁRIO E FIGURINOS: Karla de Luca
ILUMINAÇÃO: Aurélio di Simoni
PROGRAMAÇÃO VISUAL: Aristides Corrêa Dutra
FOTOS E VÍDEOS: Marco Sobral
ASSESSORIA DE IMPRENSA: Júlio Luz
PRODUÇÃO: Barros Produções Artísticas Ltda-ME.

EVOÉ